Artistas e Grupos Nacionais 

Alberto Tavares Dias

Alberto Dias é professor EMUFPA- UFPA atuando nas classes de Tuba, Eufônio, Prática de Banda e Composição e como coordenador do colegiado de composição. É mestre em música na modalidade de práticas interpretativas, pela UNICAMP e bacharel nos cursos de Tuba e Composição também pela UNICAMP. Como instrumentista, estudou com os professores Paulo César da Silva, Wilson Dias e Marcos dos Anjos Jr.

Foi Tutor Virtual na Educação à Distância (EAD) pela UFSCAR de 2007 até 2015 no curso de Educação Musical e professor das classes de Tuba e Eufônio no Centro de Educação Musical Municipal de Hortolândia de 2008 até 2018.

Como performance, há mais de vinte anos, atua intensamente, tanto de maneira solista como na estante, em grupos de câmara, orquestras e bandas sinfônicas.  É tubista do quinteto Bronzes da Amazônia. Foi tubista da Banda Sinfônicas Municipal de Hortolândia, Banda Sinfônicas Municipal de Nova Odessa, Quinteto de Metais Gastando Saliva, a Orquestra Sinfônica Jovem de Campinas, Orquestra Experimental da Universidade Federal de São Carlos, Orquestra de Metais e Banda Marcial do Colégio São Carlos, Banda Musical Carlos Gomes e no Quinteto de Metais Metalmorfose.  Também atuou como músico convidado junto a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, a Banda Sinfônica de Sumaré, a Orquestra Filarmônica Brasileira e Orquestra Sinfônica Jovem do Interior. Apresentou-se como solista à frente da Orquestra Sinfônica de Sorocaba, Orquestra Comunitária da Unicamp, Banda Sinfônica Municipal de Hortolândia, Orquestra Sinfônica da Unicamp, Banda Sinfônica Municipal de Nova Odessa, Orquestra de Metais do Colégio São Carlos e Banda Carlos Gomes.

Marco Antônio Almeida Júnior

Bacharel em Euphonium pela Faculdade Mozarteum de São Paulo e formado em Regência pelo Conservatório de Tatuí na classe do maestro Dario Sotelo, Iniciou seus estudos aos 10 anos com seu pai. Teve aula com os renomados Professores como: Steven Mead, Adam Frey, David Childs, Henrique Crespo, Wilson Dias, Rafael Mendes e Fernando Deddos.
Participou como artista convidado de diversos festivais nacionais e internacionais.
Como musico convidado atuou nas principais orquestras do pais, como: Orquestra Sinfonica de Porto Alegre, Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, Orquestra Sinfonica de Campinas, Orquestra Sinfonica da Unicamp, Orquestra Sinfonica Municipal de São Paulo.
Atuou também nas duas principais Bandas Sinfonicas do pais, Banda Sinfonica do Estado de São Paulo e Banda Sinfonica do Conservatório de Tatuí (chefe de naipe)
Como regente, atuou frente a Banda Sinfonica do Conservatorio de Tatui, Banda Sinfonica de Nova Odessa, Banda Sinfonica de Sumaré, Banda Henrique Marques de Limeira.
Participou em 2014 da Conferência “The Midwest Clinic” em Chicago - EUA.
Em 2017 atuou como solista convidado da University of Minnesota em Duluth - EUA, a convite do maestro Mark Whitlock.
Atualmente é musico da Banda Sinfonica de Nova Odessa, Big Band na Gaveta e professor de Euphonium e regente da Banda Sinfônica e Banda Sinfônica Infantojuvenil do Conservatorio de Tatuí.

Wilson Dias

Wilson Dias, trombonista e eufonista, Membro da Associação de Eufônios e Tubas do Brasil.

Bacharel em bombardino(Eufônio, Euphonium) pela Faculadade Mozarteum de São Paulo, é professor de eufônio na Emesp-Escola de Música do Estado de São Paulo, 1º trombone solista da Orquestra Sinfônica de Campinas e regente da Banda Carlos Gomes de Campinas e Orquestra Filarmônica Popular de Campinas.

Participa como docente convidado de diversos cursos e festivais, dentre eles: Festival Trombonanza(Santa Fé-Argentina), Low Brass Peru(Lima-Peru), Festival Brasileiro de Trombonistas(ABT-Brasil), CIVEBRA-Curso Internacional de Verão de Brasília(Brasília-DF), Seminário de Técnicas para Trombone-UnB(Brasilia-DF), Festival Internacional de Música da UFG(Goiânia-GO), Festival internacional de Música de Jaguariúna(Jaguariúna-SP), Festival de Metais do Conservatório de Tatuí(Tatuí-SP), entre outros.

Foi professor e coordenador do Projeto Unibanda-Unicamp, 1º trombone solista da Orquestra da Unicamp de 1993 a 2009.

Apresentou-se como solista à frente de importantes grupos musicais, onde se destacam: Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Orquestra Sinfônica da Unicamp, Orquestra Sinfônica de Rio Claro, Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, Banda Sinfônica da Policia Militar do Rio de Janeiro, Banda Sinfônica da Força Aérea Brasileira de Pirassununga, Banda Sinfônica da Província de Santa Fé(Argentina), Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, entre outras.

Como regente convidado esteve à frente da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Banda Sinfônica da Força Aérea em Pirassununga, Banda Municipal “Prof. Gunars Tis” de Nova Odessa-SP, Banda Municipal de Sumaré-SP, Banda Municipal de Americana-SP.

Como regente da Orquestra Filarmônica Popular de Campinas, se apresentou em diversas cidades da região metropolitana de Campinas e Estado de São Paulo com o projeto Sinfonia Tropeira de Pedro Cameron.

Com a Banda Musical Carlos Gomes, realizou o concerto de obras restauradas para banda de Antônio Carlos Gomes e, também se apresenta anualmente no monumento túmulo a Carlos Gomes, durante a realização do “Mês Carlos Gomes”, projeto da Secretaria Municipal de Cultura de Campinas.

É coordenador dos cursos de pós graduação em regência e do curso de pedagogia dos instrumentos de metais, oferecidos pela empresa Alpha Cursos, como representante da FACEC-ES, onde também atua como docente da mesma empresa.

Artista Endorseman da Weril Instrumentos Musicais